O retiro que a novela transformou em hospital

Desenho a traço mostrando o retiro do Morro das Pedras, construção em pedras com arco no telhado, onde há um cruz
Desenho da Casa de Retiros Vila Fátima no 43º encontro do Urban Sketchers Florianópolis

Quando chegam visitas de outras cidades, trato logo de levá-las ao retiro do Morro das Pedras. Não para mantê-las longe das tentações terrenas – essa responsabilidade não é minha – mas para apresentar uma das vistas mais bonitas de Florianópolis: as praias do Morro das Pedras e da Armação vistas de cima da colina.

A Casa de Retiros Vila Fátima, o nome atual, foi inaugurada em 1956. Os padres pesquisaram em lugares como Canasvieiras, Lagoa, Trindade e na ilha de Anhatomirim até decidirem pelo Morro das Pedras. Foi erguida com material local e é da mesma época da Igreja de Pedra, no Rio Tavares, que desenhamos em 2018.

Assim não há nanquim que seque: sessão teve temperatura de 14º C

Foram essas pedras, aliás, que deram trabalho no desenho (certamente bem menos que quebrá-las e transportá-las). Fiel à máxima “pra que facilitar a vida se a gente pode sofrer”, registrei pedra por pedra em vez de rabiscar só algumas, como artistas profissionais fazem para simplificar o trabalho.

Usei um tira-linhas Dreaming Dogs. Pela primeira vez, mantive os traços mais soltos do início ao fim do desenho. Até então, acontecia de começar com gestos mais fortes e acabar me distraindo nos detalhes, finalizados com a ponta fina do instrumento.

Um desses pormenores, a rampa de acesso, foi construída por uma equipe da Globo. Foi nela que o ator Eriberto Leão passou em cadeira de rodas ou muletas na novela Insensato Coração depois que seu personagem sofreu um acidente de avião.

A produção, ambientada em Florianópolis, estreou em horário nobre em 2011. Como tudo é ficção, o retiro virou um tal de “Hospital do Santíssimo”, que nunca existiu. Surpresa seria se o galã fosse parar na emergência do Hospital Celso Ramos.


  • Tira-linhas Dreaming Dogs nº 6 “Lollipop”
  • Nanquim japonês (sumi) puro e diluído em água
  • Papel de aquarela 57 x 38 cm
  • 6 de julho de 2019