A luta contra os demônios em São José

Casario Gaspar Neves, no Centro Histórico de São José

Existe um jeito prático de acertar as perspectivas no desenho de observação sem precisar de cálculos nem de régua. É só segurar o lápis na vertical ou na horizontal com o braço esticado e ver o quanto a beirada de um prédio ou a linha do telhado se inclinam a partir dessa referência. No encontro… Continuar lendo A luta contra os demônios em São José

Água que desenhista não bebe

Arte para o tema “Desenhe uma tela” do Urban Sketchers Florianópolis

Há anos carrego a água filtrada para aquarela em uma garrafa tipo squeeze, daquelas de esportistas. É só encher e levar aos encontros na rua. Quando a sede aperta, principalmente no verão, ainda serve para beber. Desenhando em casa por causa da pandemia, joguei um pouco de água do squeeze num pote de cerâmica branca… Continuar lendo Água que desenhista não bebe

Igreja da Lagoa em tira-linhas e nanquim

Igreja já recebeu duas visitas de D. Pedro 2º e uma do Urban Sketchers Florianópolis

A dificuldade de desenhar a igreja da Lagoa está na fachada, uma grande área branca que tem só dois elementos – a janela circular e a porta. Sem frisos, frontões e nem colunas para alinhar as proporções, é preciso estimar as distâncias no olho. A Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, seu nome oficial, foi… Continuar lendo Igreja da Lagoa em tira-linhas e nanquim

Despachando livros (e feliz da vida)

Setor de produção e logística segue todos os protocolos

Faz um ano que lancei meu livro 60 dias dentro de casa – Um diário ilustrado do isolamento. É uma produção independente que reúne os desenhos e crônicas que produzi nos primeiros dois meses da pandemia. Hoje de manhã escrevi dedicatórias para mais dois exemplares que em breve chegarão às leitoras. E o título continua… Continuar lendo Despachando livros (e feliz da vida)

Desenhando (virtualmente) no Morro da Mariquinha

Local daria bons desenhos em um encontro presencial

É comum os grupos de Urban Sketchers espalhados pelo mundo escolherem desenhar os pontos turísticos ou históricos das suas cidades. O movimento aqui em Florianópolis, porém, tenta incluir locais menos conhecidos. O objetivo é que a atividade sirva também para os participantes conhecerem melhor o lugar onde vivem. O Morro da Mariquinha, no maciço do… Continuar lendo Desenhando (virtualmente) no Morro da Mariquinha

Urban Sketchers na travessa Ratcliff

Movimentação na travessa Ratcliff durante o encontro de dois anos do Urban Sketchers Florianópolis em 2018

Não é recomendável, mas o sábado na travessa Ratcliff segue como se não houvesse pandemia. Sei disso porque passei de carro há umas semanas e, tirando o movimento um pouco menor, estava tudo como antes. A feijoada do bar do Noel, a roda de samba e a cerveja nos bares que se espalham pelos trinta… Continuar lendo Urban Sketchers na travessa Ratcliff

Desenho de uma casa ausente

Residência que ficava no Centro de Florianópolis. Pastel seco sobre papel kraft

É raro eu desenhar a partir de fotos, ainda mais quando se trata de arquitetura urbana. Seria perder a oportunidade de sair para a rua, sentir a atmosfera do lugar e conversar com moradores, como tantas vezes acontece. Mas no caso desta casa na rua Germano Wendhausen, no centro de Florianópolis, não houve jeito. Pertencia… Continuar lendo Desenho de uma casa ausente

Posto do Hospital de Caridade

O posto de gasolina continua no mesmo lugar, mas a construção circular já foi substituída

Postos de gasolina raramente são exemplos de arquitetura, mas eu gostava de um que ficava no pé do Hospital de Caridade, bem no Centro de Florianópolis. Era o Carioni, sobrenome do dono. O escritório logo atrás das bombas tinha um formato circular com janelões do piso ao teto, bem ao estilo dos anos 60. Deve… Continuar lendo Posto do Hospital de Caridade

Aniversário no restaurante

Única vez em que vi todos os trabalhadores do restaurante do lado de fora

Dá uma certa tristeza ir ao Centro de Eventos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e ver o restaurantes e os cafés fechados. O centro é do lado do meu trabalho. Quase todo dia no meio da tarde tomava café com os colegas na praça de alimentação. Às quartas e sextas, saía da natação… Continuar lendo Aniversário no restaurante

Desenhando com música (que eu não escolhi ouvir)

Museu Victor Meirelles e fundos da agência central dos Correios. Nanquim e pastel oleoso

Tenho admiração por caricaturistas de eventos, retratistas de calçadão e outros profissionais que desenham em público com gente passando, sob o olhar dos curiosos e com música de fundo que nem sempre é suave. Em agosto de 2019, senti como é a experiência. Foi quando o Urban Sketchers Florianópolis combinou de fazer um encontro dentro… Continuar lendo Desenhando com música (que eu não escolhi ouvir)