Desenho da rua Conselheiro Mafra “emerge” em portal de notícias

Há três anos, o movimento Urban Sketchers Florianópolis marcou um encontro para desenhar o casario antigo no final da rua Conselheiro Mafra. Lembro que ainda fazia calor. Achei uma sombra e fiz a fachada de quatro construções antigas, onde hoje funcionam a Tupã Embalagens, a Vera Cruz Aviamentos, a farmácia Similibus e o restaurante chinês… Continuar lendo Desenho da rua Conselheiro Mafra “emerge” em portal de notícias

Desenho na rua Fernando Machado

Placa de trânsito, aparelhos de ar condicionado e roupas penduradas também são parte do cenário urbano

É fim de tarde de sábado no centro de Florianópolis, em frente à Faferia, espaço cultural onde espero Carol Grilo dar sua oficina de bordado contemporâneo. Abro o banco dobrável na base da escada do prédio e começo a desenhar a rua para passar as horas. Estamos em abril de 2018, dois anos antes da… Continuar lendo Desenho na rua Fernando Machado

Época de lives

Nesta quarta-feira (29/7), participo da Hora Feliz USk Brasil, a série de conversas promovida pelo Urban Sketchers Brasil. Urban Sketchers (de onde vem a abreviação “USk”) é um movimento mundial que organiza encontros de desenho de observação em mais de 300 cidades no mundo inteiro. O nome é “Hora feliz” mas geralmente os participantes se… Continuar lendo Época de lives

Sobre registrar janelas

Bate-papo na Feira Literária da Escola Autonomia com Rafael Bokor (embaixo) e Ivan Jerônimo, mediado por Sarah Mendes

Terça-feira passada, participei da Feira Literária da Escola Autonomia. O tema da conversa foi “Abra sua janela” e foi mediada pela professora Sarah Mendes, de geografia, a quem agradeço o convite. De um lado, Rafael Bokor, que registra o patrimônio do Rio de Janeiro em fotografias para o projeto Rio – Casas & Prédios Antigos.… Continuar lendo Sobre registrar janelas

Exposição traz desenho de rua para dentro do CIC

A cada três semanas, tenho um compromisso: sair pra desenhar nos encontros do Urban Sketchers Florianópolis. O movimento chegou na cidade em 2016 e já soma quase cinquenta sessões de desenho. Os locais são tão variados quanto a Praia do Forte, a praça Getúlio Vargas e a travessa Ratcliff. Fazendo as contas, deve dar quase… Continuar lendo Exposição traz desenho de rua para dentro do CIC

Fanzine? Em 2019?

Capa da primeira edição do fanzine Gusp. Fiz o desenho no mesmo local onde vai ser o lançamento

Já falei por aí que não tem como desenhar na rua sem conversar com alguém. Tem aqueles que encostam para puxar papo. Outras vezes, é você quem acaba escutando assuntos alheios sem querer. O que não é ruim: falando com moradores se descobrem coisas interessantes do lugar. Sem contar os diálogos aleatórios que acabam se… Continuar lendo Fanzine? Em 2019?