Curry japonês, chá de jasmim chinês e capulana moçambicana

Pintura também serviu de treino de lettering

O distribuidor brasileiro desse chá de lata amarela ou é muito eficiente, ou o fabricante tem o monopólio pelas bandas de cá. Nunca vi de outra marca que não fosse essa. O curry em pó nipônico à esquerda é novidade aqui em casa. Geralmente compramos nacional na sessão de temperos do supermercado. Fiquei curioso se… Continuar lendo Curry japonês, chá de jasmim chinês e capulana moçambicana

Zil 119, um furgão soviético

Às vezes, encontro uma fotografia que me chama a atenção. Um rosto interessante, uma cena de filme ou um desses artefatos esquecidos de eras recentes. Costumo salvar essas imagens para desenhá-las. Embora não tenha o costume de copiar fotos, admito que é um bom exercício, principalmente para aprender como a luz se comporta. Aqui o… Continuar lendo Zil 119, um furgão soviético

Felizmente, foi uma gripe

Leitura, chá e desenho para passar o tempo isolado no quarto

Não são os primeiros raios de sol da manhã. Devem ser os quartos ou quintos. Afinal, já são nove horas em uma manhã de setembro do ano passado. Faz três dias que estou isolado no quarto, esperando o resultado do exame que vai dizer se minha febre, garganta inflamada e dor de cabeça são sintomas… Continuar lendo Felizmente, foi uma gripe

Pote de orégano

Intenção era praticar reflexo e transparência

Ingrediente do sanduíche na chapa das manhãs e noites. Chamo de “sabor pizza” (vai tomate cereja, palmito e queijo branco também). Dependendo do dia, acrescento alho poró, alface e cebola, ou troco o orégano por pimenta tipo tōgarashi. De sobremesa, às vezes arrisco pintar uma natureza-morta com o que tem em cima da mesa. Incluindo… Continuar lendo Pote de orégano