Casa na esquina da Bocaiúva com a Gama D’Eça

Desenho em papel kraft e crayon mostrando a esquina das ruas Bocaiúva e Gama D’Eça com casa, muro semáforo e pedestres
Marrom do papel kraft pode ser explorado quando se usa uma paleta limitada de cores

O tema do encontro do Urban Sketchers Florianópolis de hoje foi esta casa espremida entre prédios na esquina da avenida Professor Othon Gama D’Eça com a rua Bocaiúva. Segue resistindo, talvez por ter sido encurralada em um terreno pequeno demais para um edifício.

É difícil ignorá-la. A construção de um pavimento tem a beirada do telhado rodeada por um ornamento raro na cidade, o lambrequim (o nome das “rendas“ de madeira, explica uma colega). A esquina fica na movimentada região central e é rota de várias linhas de ônibus.

Um dos participantes do encontro conta que a casa é da família de um amigo em comum, com origem em Lages, no planalto serrano. Foi erguida na chácara do bisavô pelo avô, que teve uma barbearia em Florianópolis. Ele e a avó viveram lá por setenta anos.

Por precaução na pandemia, desenhamos pelo Google Street View. Como percebi que nas tentativas anteriores de copiar fotos o desenho ficou duro e sem expressividade, largo o tablet e volto ao papel. Deixo o traço mais solto, omito detalhes e o uso espaço negativo para representar o paredão atrás da casa e a folhagem próxima ao muro. E, como sempre, incluo os semáforos e cabos elétricos.


  • Lapiseiras 5,6 mm
  • Minas tipo crayon nas cores preta, sanguinea e branca
  • Papel kraft 110 g/m²
  • 24 x 32 cm

1 comentário

Comentários estão encerrados.