Tag: sketchbook

  • Entrou areia na célula da planilha

    Entrou areia na célula da planilha

    Oi, Pereira. Estou enviando em anexo a Planilha que acordamos de revisar até segunda-feira. Tendo isso em vista, necessito que você cuide disso ASAP para que o Tomazzini tenha tempo hábil de estar fazendo um merge em um PPT para a Diretoria. — Já que você tinha de ter concordado em entregar trabalho no Carnaval,…

  • Taça cheia, lugar sobrando

    Taça cheia, lugar sobrando

    O senhor na mesa em frente enfrenta uma taça de vinho igual à minha: cheia até a borda. A culpa é toda do garçom, o que diminui minha culpa por ter pedido álcool em vez de suco de laranja ou água mineral. Se nesse ritmo o velho chegou aos seus prováveis oitenta e cinco anos,…

  • 15 anos de Beterraba

    15 anos de Beterraba

    Quem tem gato é porque acredita no futuro da humanidade. Ou, pelo menos, acha que mora em uma país estável. Gatos são irremovíveis e odeiam sobressaltos. Mesmo uma ida ao veterinário no conforto de um automóvel com ar condicionado faz o animalzinho agir como se estivesse indo ao matadouro. Por isso, a decisão de adotar…

  • Obituário? Nem morta

    Obituário? Nem morta

    Tirando o horóscopo e a previsão do tempo, os jornais lidam com o passado recente. O obituário, aquele anúncio de falecimento impresso a pedido da família, também entra nessa categoria dos acontecimentos dos últimos dias. Na Folha de São Paulo, essa seção tem um nome seco: “Mortes”. Para amenizar a aspereza, o jornal publica todo…

  • Viemos como estávamos

    Viemos como estávamos

    Faço parte de uma plateia resignada e aflita, espalhada pelas cadeiras, que não comprou ingresso e nem ganhou convite. Estamos todos aqui por causa de um único integrante de uma peça cujo script diz que ele ou ela vai entrar pela porta de correr, sair duas horas depois e recitar sua fala.

  • É melhor não lembrar

    É melhor não lembrar

    O esquecimento, na geladeira de casa, do sanduíche que seria meu café da manhã me custa vinte e sete reais. É o que paguei por um croissant de queijo com peito de peru tomate e alface, uma xícara média de café passado puro e uma fatia de torta integral de banana. Vou intercalando o doce…

  • A leitura que só avança com café

    A leitura que só avança com café

    O senhor escolhe a mesa que está mais perto do café e senta-se de costas para o balcão. Deixa um livro grosso em cima do tampo de pedra, se levanta, faz o pedido e volta só com uma xícara média de café passado. Resistiu ao pão de queijo, à torta chocolasca e à saltenha. Abre…

  • Polêmico, inédito e manuscrito

    Polêmico, inédito e manuscrito

    Na fila do café, uma dúzia de mulheres do congresso de neurologia escolhem o que vão pedir na vitrine cheia de tortas e bolos. No meio das mesas, uma senhora em pé escuta áudio com o celular deitado, como se segurasse uma bandejinha de shoyu encostada no ouvido. Mas o senhor que vem andando já…

  • Palavras ao vento

    Palavras ao vento

    Entrando em Porto de Galinhas, o motorista que nos trouxe de Recife logo recomenda aquelas camisetas de manga comprida com proteção contra os raios ultravioleta que quase todos vestem por aqui, de ambulantes empurrando carrinhos a veranistas em cima de mountain bikes com peças importadas. Chegamos à praia na metade da manhã, em um trecho…

  • O homem que assobia e vê golfinhos

    O homem que assobia e vê golfinhos

    Sete e meia da manhã na praia de Açores, no sul da ilha de Santa Catarina. Um senhor de barba e boné chega na areia e abre o guarda-sol e duas cadeiras dobráveis. Senta-se na da direita, de tecido amarelo. Sua mulher, mais magra e de cabelo preto, vem em seguida e pega a listrada.…

  • A música entre os voos

    A música entre os voos

    Numa viagem dez anos atrás, vi a cantora belga Selah Sue no aeroporto de Florianópolis, retornando de um show no dia anterior. Na fila do check in, estava separada da banda – caras uns quinze anos mais velhos que ela e uns trinta centímetros mais altos, de roupas pretas e brincos na orelha. A artista,…

  • O que li, assisti e ouvi em 2022

    O que li, assisti e ouvi em 2022

    Antes de tudo, obrigado por acompanhar meus desenhos e textos aqui neste espaço. Chegou a hora de lembrar das palavras, imagens e sons que marcaram o ano. A revisão ajuda a lançar um outro olhar sobre obras esquecidas. E o tempo separa o que interessa. Para você, que me lê, espero que traga não só…