Desenho ganha o selo “aprovado pelo pedestre casual”

Desenho em preto e branco mostrando o Instituto de Documentação da Udesc com o casebre quase em ruínas, coberto por uma árvore
Entorno da Praça dos Bombeiros ainda tem construções antigas como estas

Tarde de sábado no Centro, na praça Getúlio Vargas, que poucos conhecem por esse nome. Todo mundo chama de Praça dos Bombeiros por causa do quartel que dá para a rua Visconde de Ouro Preto.

É nessa calçada onde abro o banquinho para desenhar. O tema do encontro do Urban Sketchers Florianópolis era para ser a praça, mas acho as árvores um motivo muito difícil.

Melhor registrar o casarão onde funciona o Instituto de Documentação e Investigação em Ciências Humanas da Udesc e mais a construção de madeira ao lado, já caindo aos pedaços. Por ironia, acabo desenhando a árvore que cobre o telhado de amianto.

Foto mostrando o artista segurando o desenho em preto e branco em primeiro plano. Ao fundo, o casarão velho de madeira, de um piso, e o de alvenaria, com dois pisos
Instituto de Documentação da Udesc, em rosa. Construção em anexo está quase em ruínas

Mais pro final da sessão, dois rapazes passam por mim e perguntam se podem olhar o desenho. “Claro”, respondo. São nessas conversas que a gente descobre que a pessoa tinha um trisavô que era dono de uma chácara na região ou construiu o primeiro sobrado.

Em menos de dez segundos, eles examinam meu esboço, lançam uma olhadela perscrutadora para o casarão e dão o veredito: “Você está de parabéns”. E vão embora em seguida.

Senti falta do “continue assim”.


PS: uma participante no grupo Desterro Antesdonte, no Facebook, indica a tese Uma casa em três tempos, que trata unicamente desse imóvel. Provavelmente foi construído na década de 1870 no bairro que era conhecido como Mato Grosso. Foi a casa de a Anna Francisca da Costa e Silva, cujo espólio incluía um piano, “ricos móveis de mogno sólido”, entre outros itens que indicavam sua posição social.


  • Tira-linhas Dreaming Dogs
  • Nanquim tipo sumi diluído
  • Papel Canson Montval A3 300 g/m²
  • 14 de dezembro de 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *