A luta contra os demônios em São José

Casario Gaspar Neves, no Centro Histórico de São José

Existe um jeito prático de acertar as perspectivas no desenho de observação sem precisar de cálculos nem de régua. É só segurar o lápis na vertical ou na horizontal com o braço esticado e ver o quanto a beirada de um prédio ou a linha do telhado se inclinam a partir dessa referência. No encontro… Continuar lendo A luta contra os demônios em São José

Água que desenhista não bebe

Arte para o tema “Desenhe uma tela” do Urban Sketchers Florianópolis

Há anos carrego a água filtrada para aquarela em uma garrafa tipo squeeze, daquelas de esportistas. É só encher e levar aos encontros na rua. Quando a sede aperta, principalmente no verão, ainda serve para beber. Desenhando em casa por causa da pandemia, joguei um pouco de água do squeeze num pote de cerâmica branca… Continuar lendo Água que desenhista não bebe

Igreja da Lagoa em tira-linhas e nanquim

Igreja já recebeu duas visitas de D. Pedro 2º e uma do Urban Sketchers Florianópolis

A dificuldade de desenhar a igreja da Lagoa está na fachada, uma grande área branca que tem só dois elementos – a janela circular e a porta. Sem frisos, frontões e nem colunas para alinhar as proporções, é preciso estimar as distâncias no olho. A Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, seu nome oficial, foi… Continuar lendo Igreja da Lagoa em tira-linhas e nanquim

Despachando livros (e feliz da vida)

Setor de produção e logística segue todos os protocolos

Faz um ano que lancei meu livro 60 dias dentro de casa – Um diário ilustrado do isolamento. É uma produção independente que reúne os desenhos e crônicas que produzi nos primeiros dois meses da pandemia. Hoje de manhã escrevi dedicatórias para mais dois exemplares que em breve chegarão às leitoras. E o título continua… Continuar lendo Despachando livros (e feliz da vida)

Como os anjos preenchem seus cadernos

Cena de Asas do Desejo em que Cassiel (dir.) lê suas anotações a Damiel

Dois homens de meia-idade conversam dentro de um BMW conversível em uma revenda na Berlim Ocidental pré-unificação. Vestem sobretudo preto e usam rabo de cavalo. O que está no assento do motorista lê suas anotações em um pequeno caderno de capa dura: Vinte anos atrás, no dia de hoje, um caça soviético caiu no lago… Continuar lendo Como os anjos preenchem seus cadernos

Documentário sobre Urban Sketchers Florianópolis estreia na TVAL

Hoje, 7/9, é o lançamento da série Urban Sketchers Floripa na TVAL, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O documentário vai estar disponível às 21h no site da TV Alesc. A exibição é gratuita em todo o país. A série de quatro episódios acompanha integrantes do movimento em vários pontos da cidade. Em entrevistas… Continuar lendo Documentário sobre Urban Sketchers Florianópolis estreia na TVAL

Centro de Convivência: lembranças que vêm com o desenho

Centro de Convivência, hoje abandonado e com infiltrações, já foi tão frequentado como o Centro de Eventos

Foram só sete pessoas, mas é um recomeço. No último sábado, o Urban Sketchers Florianópolis fez o primeiro encontro presencial depois da pandemia. A organização escolheu a UFSC, com áreas livres entre os prédios, para evitar aglomeração. Escolhi desenhar o Centro de Convivência, com a banca de jornal em frente. Vendo o prédio de 1970… Continuar lendo Centro de Convivência: lembranças que vêm com o desenho

O que é um tira-linhas e como usá-lo no desenho

Variação de espessura das linhas e espirros de tinta são características do tira-linhas

Nesta mesma época do ano passado, eu estava sentado em um banquinho na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC para desenhar o prédio da reitoria. Tentava ainda registrar tudo em vídeo usando duas câmeras e torcendo para os apetrechos não voarem com o vento leste que ameaçava derrubar o tripé. A responsável por esse… Continuar lendo O que é um tira-linhas e como usá-lo no desenho

Desenhando (virtualmente) no Morro da Mariquinha

Local daria bons desenhos em um encontro presencial

É comum os grupos de Urban Sketchers espalhados pelo mundo escolherem desenhar os pontos turísticos ou históricos das suas cidades. O movimento aqui em Florianópolis, porém, tenta incluir locais menos conhecidos. O objetivo é que a atividade sirva também para os participantes conhecerem melhor o lugar onde vivem. O Morro da Mariquinha, no maciço do… Continuar lendo Desenhando (virtualmente) no Morro da Mariquinha

O Centro não é para quem gosta de desenhar sozinho

Rua Tiradentes com a antiga Casa de Câmara e Cadeia (esq.) e a Galeria de Arte Pedro Paulo Vecchietti (dir.)

Éramos mais de vinte desenhistas no encontro do Urban Sketchers Florianópolis em 2019 na antiga Casa de Câmara e Cadeia, bem na esquina da rua Tiradentes com a Praça 15 de Novembro. Cada um de nós ganhou seu próprio rodízio de plateia – passantes que de repente aparecem atrás dos ombros e comentam sobre seu… Continuar lendo O Centro não é para quem gosta de desenhar sozinho