Exposição Bordados para Meyer Filho abre no Mesc

Exposição Bordados para Meyer Filho abre no Mesc

Ontem à noite, aconteceu uma bela festa no Museu da Escola Catarinense. Além do aniversário de Florianópolis, era a comemoração dos cem anos do nascimento do pintor e desenhista catarinense Meyer Filho (1919-1991), adiada para este ano por causa da pandemia.

A homenagem contou com três eventos: a abertura da exposição coletiva Bordados para Meyer Filho, o lançamento do livro Lendas da Ilha de Santa Catarina, de Bebel Orofino e Gelci Coelho (Peninha), e a exposição Ínsula: Trilhas e Traços da Magia, de Letícia Martins.

Artista Carol Grilo ao lado de sua obra na exposição Bordados para Meyer Filho

Para a exposição de bordados, 29 artistas do coletivo Linhas do Corpo intepretaram a obra de Meyer Filho usando técnicas tradicionais e contemporâneas. Entre elas, Carol Grilo, que sobrepôs fotos com símbolos e palavras presentes na obra do artista.

Na entrada do museu já dava para sentir que o lugar estava cheio. Mal se conseguia andar no hall onde aconteciam as exposições e o lançamento do livro. Encontramos vários amigos e conseguimos ver as obras, mas vamos voltar outro dia para visitar tudo com calma.

Os trabalhos ficam em exposição até 12 de abril. O evento é organizado pelo Movimento Baile Místico, que busca valorizar e divulgar o folclore e a arte da Ilha de Santa Catarina.


  • Exposição Bordados para Meyer Filho
  • Lançamento do livro Lendas da Ilha de Santa Catarina, de Bebel Orofino e Gelci Coelho
  • Exposição Ínsula: Trilhas e Traços da Magia, de Letícia Martins
  • Museu da Escola Catarinense – Mesc
  • Visitação: de 24 de março a 12 de abril de 2022
  • Rua Saldanha Marinho, 196, Centro, Florianópolis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.