O segundo desenho sempre sai melhor

Caixa d’água ao lado da Igreja de Pedra no Rio Tavares. Nanquim sobre papel

Quem faz desenho de observação sabe que as primeiras tentativas saem um pouco duras. É por isso que as sessões de modelo vivo costumam iniciar com um “aquecimento”, sequências de poses de menos de três minutos para o cérebro entrar no modo de representação visual. No desenho de rua, a gente se perde nos detalhes… Continuar lendo O segundo desenho sempre sai melhor